Janela Urbana, o anuário

O futuro da web reside na sua capacidade de gerar experiências sensoriais. As pessoas procuram sensações e emoções reais, querem valorizar ou multiplicar identidades com reflexos na música que ouvem, na roupa que vestem ou nos locais e eventos que frequentam. A web é assim um filtro identitário, uma ponte que potencia e torna mais glamourosa a vida real.

são estas as palavras com que Bruno Rosa, fundador da Janela Urbana – ‘acompanha tendências, divulga talentos e propõe vistas ousadas sobre o pastiche de temas que definem o universo cultural urbano, seja em Lisboa, Porto, Ponta Delgada, Barcelona, Paris, Trieste ou em qualquer outra cidade do mundo’  –  nos entrega o seu primeiro anuário. para festejar dez anos de existência ‘o anuário surge como um projecto inovador, exclusivo e limitado com apenas três mil cópias.

104 páginas com 50 jornalistas, bloggers e fotógrafos nacionais que em 37 artigos e nos apresentam os melhores temas publicados na JURB em 2011. Elsa Garcia, Francisco Vaz Fernandes, Raquel Prates, Filipa Penteado, Miguel Matos,  Carlos Tomé Sousa, Artur Araújo, Filipa Xavier, NickGurney e Simon Frederick entre outros contrinuem para o sopro.

venham mais dez.

para comprar aqui.